DREAM 4

Era uma festa subterranea. Ninguém sabia onde estava. Cada vez entrava mais gente, mas ninguém saía. O espaço ia ficando cada vez mais claustrofobico. Eu estava com a Anahi.
Um monte de coisas aconteceu mas isso eu não lembro. A maioria das pessoas da festa eram negras, pobres, agressivas, caóticas.
Lembro que no final eu pegava o celular nas mãos. A festa estava prestes a terminar.
Sem que eu entendesse como o celular era retirado da minha mão. Na verdade eu não pude ver quem o pegou.
Davam as instruções. Os celulares precisavam ser retirados das pessoas antes de abrirem as portas para que ninguém comunicasse com o exterior, não queriam que os de fora soubessem onde tudo isso se passava.
Mais instruções, os celulares seriam devolvidos e poderiam ser retirados no momento da partida no nivel ainda mais subterraneo.
Fui buscar o meu celular. Chegando lá descubro Anahi morta. O rosto, pescoço, cortados em navalha. Eram flashs em plano próximo, eu não sei como eu tinha me perdido dela, era só essa imagem de um rosto.
Um negão gordo me devolve o meu celular. Me diz :

  • Me desculpe pela sua perda.
    Ela pega uma navalha e enfia no peito esquerdo, mas não em cima do coração, mas logo ao lado, em um ato de solidariedade. O sangue jorra longe, deslizando pelo chão.

ANGLET

FRANÇA

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s