DREAM 255

Esse, com certeza, foi o sonho mais intrigante que recordo. Dessa vez, eu estava casada com um rapaz moreno, forte e alto que dizia ser Caiçara (índio). Nós nos amávamos muito e vivíamos dentro do mar. Uma noite, ele me acordou dizendo que alguém havia jogado uma bomba no mar, e por isso os peixes estavam morrendo e se atirando à areia. Lembro de visualizar um cilindro de água no qual esses peixes “fugiam” do mar. Assim, esse Caiçara me pedia que fosse à cidade para trazer ajuda. Assim o fiz, andava pela madrugada em ruas desertas, com medo de assalto, mas logo cheguei à minha antiga casa. Buscava suprimentos e dinheiro para resolver o problema dos peixinhos. Quando estava a caminho da praia, na região do que seria uma orla, estava tudo inundado. Muita água! algumas pessoas que estavam no local tentavam retirar essa água e me pediam que saísse dali. Ficava muito angustiada porque sentia que devia ir ao encontro do meu marido, mas não conseguia. Logo, retornei à antiga casa e um homem dizia que não precisava assaltá-lo já que eu era muito “bonita e com um rosto bonito”. E assim terminou o sonho.

Luiza M.

Lauro de Freitas, Bahia

Brasil

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s