DREAM 169

Neste sonho estávamos no início eu, minha namorada e meu filho, em uma praia que suponho ser de São Paulo. Encontrei uma lancheria e fui pedir um cachorro quente, comi, e na saida sentamos em uma pequena praça. Havia várias pessoas conversando, ruas cheias, inclusive o Bolsonaro, que estava sentado no chão, na calçada. Perto dele estava um grupo de pessoas, legais, que acabaram conversando com a gente. Estavamos alugando um sobrado, pras férias, a 1 quadra da praia. Esse pessoal veio junto, e ficamos bebendo e conversando, mas eles não queriam revelar sua identidade, talvez por serem muito ricos e estarem assossiados ao Bolsonaro (bolsonaro não veio junto pra festa). Apesar disso esse pessoal éra muito bacana e só queria conversar sobre qualquer coisa, menos eles. A festa acabou, minha namorada e meu filho foram dormir e eu fiquei na rede, no pátio, sozinho, me balançando. Olho pra cima e vejo um missel de guerra teleguiado, veio em linha reta rapidamente e +- em cima da casa onde eu tava ele muda rapidamente de direção e vai em direção ao chão. Entendi na hora que era um míssel para atingir o Bolsonaro, apesar de não ter ideia de quem lançou. Me assustei, pensei na hora que poderia me acertar, ou a explosão me acertar com estilhaços. Me fechei na rede tentanto me protejer, a explosão foi bem grande mas não me atingiu. Saí para ver o ocorrido, voltei para a lancheria que eu havia pedido o cachorro quente e perguntei pro motoboy onde havia ocorrido a explosão, ele explicou mas disse que não dava pra chegar pq a polícia ja tava lá. Mesmo assim fui ver, e chegando perto a policia ja estava vindo com bombas e balas afastando a multidão, inclusive eu. Procurei atalhar por uma espécie de praça bem grande, pra fugir da policia e voltar pro sobrado que alugamos. No início da praça havia senhores e senhoras idosos sentados, vendo tudo mas não queriam se levantar, como se nada tivesse acontecento.. pra atravessar a praça tive que passar por uma espécie de pequeno lago, estenção do mar, onde alguns pescadores estavam também como se nada tivesse acontecendo. Tinha tanto peixe ali que eles pulavam pra fora dagua em grande quantidade. Havia uma floresta tb na volta do lago, e pensei na hora sobre o Brasil ser essa fonte gigantesca de alimentos e beleza e era disso que o pessoal do míssel, seja quem for, estava atras. Consegui passar o lago, chegar em casa, entramos no carro, minha namorada dirigindo e eu falando o caminho, dobra aqui, agora aquela, até que conseguimos pegar a rodovia da saida da cidade, mas logo na saida estava já uma grande operação da polícia, parando TODOS os carros, caminhões e onibus em ambos os sentidos. Fomos parados, pediram os documentos dela e devido a situação imaginei que iam pedir o meu tb e ja fui tirando minha carteira do porta luvas.. apareceu uma baga de maconha, mas acho que o policial não viu. Ele pediu os documentos e mandou os dados pra outro policial através do walk tok. E falando pelo walk tok disse: Mas isso não se encaixa no crime da lei 255/207? ou algo assim. e me assustei. Será que ele viu a maconha? O policial então logo esquece disso e começa a dar em cima de minha namorada ali mesmo. Pensei na hora: Acabaram de lançar um míssel no presidente e o policial ta dando em cima dela? como assim? O outro policial chama no walk tok e começa a dar em cima dela pelo walk tok. Mas to fudido mesmo, pensei. Eles deixam a gente passar, o policial pega uma carona de uns 100 metros até o outro lado da blitz, se despede e ai acaba o sonho e acordo.

Roger

Bagé

Brasil

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s